Tecnologia aplicada à Logística de Transporte

No ambiente logístico, inúmeras ferramentas de controle apoiam os gestores em suas rotinas, contribuindo na otimização de processos e, consequentemente, na obtenção de melhores resultados.

Na gestão de transporte não seria diferente, afinal, é um dos elementos mais importantes na composição dos custos logísticos, podendo representar de um a dois terços do custo logístico total de uma empresa. Portanto, deixar de controlar ou ser omisso em relação à sua gestão, pode-se tornar um risco financeiro para as organizações.

Dentre as diversas atividades desempenhadas, a manutenção do controle sobre as operações é essencial para garantir o fluxo de modo eficiente e dentro do planejado. Diante da velocidade e assertividade exigidas pelo mercado, a gerência executada até então somente por meio de planilhas, por exemplo, dependentes da intervenção humana para que possam produzir alguma resposta, se tornou obsoleta. O que se espera, dentro da disponibilidade de cada empresa, são recursos mais avançados, que ofereçam maior agilidade e qualidade às informações.

Tecnologia e automatização de processos

A automatização de processos por meio de softwares especializados impacta diretamente no aumento do nível de controle e na redução do fator tempo em larga escala, tendo em vista que atividades antes executadas manualmente são substituídas (ou sustentadas) pelo uso da tecnologia, assegurando vantagens significativas.

Além de ganhos operacionais, se projeta a ideia de quanto um sistema pode contribuir na atuação gerencial, por meio de informações precisas e em tempo real, através de relatórios e indicadores de desempenho, custos e nível de serviço, permitindo medir e controlar processos internos e terceirizados.

Dentre os resultados alcançados com a automatização, podem ser citados:

  • Efetividade no controle dos processos internos;
  • Organização e otimização de recursos;
  • Estruturação, planejamento e produtividade da equipe logística;
  • Padronização, referência e históricos de dados;
  • Centralização, agilidade e confiabilidade das informações;
  • Administração e governança das negociações/tabelas de frete;
  • Redução da conta frete ao eliminar cobranças indevidas;
  • Atuação gerencial, apoiada por relatórios e indicadores de resultados.

Além de automatizar processos, a tecnologia voltada à gestão de transportes pode proporcionar resultados significativos na redução de custos e no controle de dados.

Os sistemas de gerenciamento de transporte (TMS – Transportation Management System) se apresentam como a principal ferramenta de apoio aos gestores em suas tomadas de decisão, e contribuem diretamente para uma gestão mais eficiente.

Sistemas de Gerenciamento de Transporte

Naturalmente, o gerenciamento de transportes visa garantir maiores margens para a empresa por meio de reduções de custos e aproveitamento coerente dos ativos, bem como um apropriado nível de serviço para os clientes por conta da elevação da disponibilidade de produtos e diminuição dos tempos de entrega.

O aspecto financeiro, aliado ao fato da operação de transporte e distribuição ter uma participação essencial na qualidade do atendimento, faz com que o mesmo tenha que ser constantemente gerenciado.

Os sistemas de gerenciamento de transporte representam uma classe de produto que vem incrementando a qualidade e produtividade de todo o processo de transporte e distribuição, complementando o conjunto de informações internas das organizações.

É possível descrever o TMS como um grande “guarda-chuva” que representa as soluções de tecnologia da informação desenvolvidas para gerenciamento das atividades de transporte. Os mecanismos de controle podem ser tratados de maneira específica, conforme atividade a ser gerenciada, podendo ser monitorados em tempo real por meio de relatórios gerenciais variados, personalizados de acordo com a necessidade.

Os tópicos a seguir demonstram as principais tecnologias aplicadas à gestão de transportes.

Gestão de Fretes

Por meio de sistemas de gerenciamento de transporte, empresas embarcadoras podem garantir o planejamento das atividades relativas à consolidação de cargas, expedição, emissão de documentos, entregas e coletas, conferência de fretes, subsídios para negociação, programação de rotas, escolha de modais, controle de custos e acompanhamento do nível de serviço.

Dentre os resultados obtidos com um TMS, cabe destaque o processo automático de auditoria e conciliação de valores de frete, tendo em vista que esta é uma atividade intensa frente a grande quantidade de particularidades e formas de cobrança.

Roteirizadores

Os softwares roteirizadores são aplicados em módulos específicos. De um modo geral, as vantagens proporcionadas pelo roteirizadores se concentram em oferecer maior controle e otimização de recursos, além de possibilitarem a redução de custos e, com isso, oferecer subsídios para novos investimentos e melhorias no processo logístico de transporte.

Gestão de Frota

Os sistemas de gerenciamento de frota apoiam em demandas que envolvem o dimensionamento e especificação de equipamentos, manutenções preventivas e corretivas de veículos, gestão de abastecimento, cadastros e parametrizações diversas, dentre inúmeros outros recursos. O nível de detalhamento pode variar de acordo com a ferramenta e exigência da operação..

Telemetria Veicular

Diferentemente do rastreador – que tem a função de acompanhar o posicionamento em tempo real – a telemetria é um sistema de monitoramento mais completo, pois além de possibilitar a localização e identificação do veículo, gerencia diversos fatores relativos ao veículo e ao comportamento do condutor.

O desempenho da gestão de frota incorporado ao uso da tecnologia é determinante para o controle efetivo da operação e contribui para o crescimento corporativo como um todo. Além de traçar o perfil de dirigibilidade do motorista (que impacta diretamente no aspecto segurança ao minimizar os riscos de acidentes), a integração da telemetria com sistemas de gestão de abastecimento reflete na redução de custos ao eliminar a possibilidade de fraudes e falhas operacionais no momento de registrar os serviços.

 

 

 

 

 

 

 

 

As particularidades de uma solução TMS podem variar conforme o mercado de atuação ou modal utilizado. Tais ferramentas possuem módulos específicos e cada empresa busca uma ou mais ferramentas de apoio à sua gestão logística, podendo variar conforme os processos a serem otimizados.

Investimentos em Sistemas de Gerenciamento

Como toda solução de tecnologia, considerando os variados segmentos de mercado, existem inúmeros fatores que podem afetar os investimentos durante a sua implantação. Isso ocorre porque o projeto deve considerar os custos com treinamento, equipamentos (hardware), licenças de uso do sistema e do banco de dados, consultoria, manutenção e suporte.

Além disso, a quantidade de usuários e os módulos contratados influenciam diretamente sobre os valores. Por isso é fundamental o planejamento e gerenciamento da implementação para assegurar que os resultados desejados sejam alcançados ao mínimo custo.

Apesar de ainda existir espaço para a expansão das ferramentas de gerenciamento de transporte, tendo em vista o contínuo desenvolvimento dos conceitos de mercado e da tecnologia, os benefícios proporcionados já são extremamente significativos. Sendo o TMS compatível e aderente às necessidades da empresa, seguramente irá gerar retorno sobre o capital investido e será considerado fator de vantagem competitiva.

E na empresa em que você atua, como a tecnologia está presente nas atividades logísticas? Contribua na área de comentários e inscreva-se em nossa Newsletter para receber novos artigos!

Abraço,

Claudionei de Andrade

 

Claudionei de Andrade

Claudionei de Andrade é graduado em Administração de Empresas, especialista em Gestão Estratégica Empresarial e especialista em Logística e Distribuição. Possui experiência profissional na área logística de transportes, armazenagem e gestão de frota.

Website: http://www.logisticanapratica.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *